× AUDIBMWCITROENCHEVROLETFORDFIATHONDAHYUNDAIMERCEDES BENZMITSUBISHINISSANPEUGEOTRENAULTTOYOTAVOLVOVOLKSWAGEN

Peugeot 207 brasileiro foi um erro que custou caro, diz CEO da marca

Quinta Marcha
Quinta Marcha
Admin
Mensagens : 425
Data de inscrição : 08/03/2019
http://quintamarcha.forumeiros.com
30102019
Peugeot 207 brasileiro foi um erro que custou caro, diz CEO da marca

Peugeot 207 brasileiro foi um erro que custou caro, diz CEO da marca Peugeo88

Em entrevista na Argentina, Jean-Philippe Imparato, confirmou a produção local do novo 208

Considerado um dos lançamentos mais polêmicos do Brasil em 2008, o 207 (chamado de Compact em alguns mercados) foi reconhecido recentemente pela própria Peugeot como um tremendo erro de posicionamento e estratégica. Em entrevista concedida à imprensa Argentina, o CEO Jean-Philippe Imparato admitiu que a tática de renovação parcial do 206 foi mal-sucedida e que imagem da empresa no mercado brasileiro saiu bastante afetada. "Foram cometidos erros no produto que custaram muito caro. A renovação do 206 (Peugeot 207 Compact) não foi bem-sucedida. E como há um forte apelo emocional envolvido, isso deixou sua marca. Ele deixou seus rastros", explicou.

Peugeot 207 brasileiro foi um erro que custou caro, diz CEO da marca Peugeo90


Lançado há pouco mais de 10 anos, o 207 Compact era, trocando em miúdos, uma reestilizção adaptada do novo 207 europeu sobre a antiga carroceria do 206. Na prática, a Peugeot incorporou a mesma dianteira da nova geração, mas manteve praticamente intocadas todas as demais linhas do carro. Na época, muitos consumidores criticaram a falta de harmonia do conjunto e a desproporção de alguns elementos do design, como os faróis esticados e o para-choque "bocão" que contrastavam com as laterais e traseira da década de 1990. A família era constituída pelas variantes hatchback, perua, sedã (Passion) e picape (Hoggar). A produção em Porto Real (RJ) foi tocada até 2015.

Imparato admitiu o fato depois de questionado quanto às diferenças de participação da Peugeot nos mercados da Argentina e do Brasil. "A Argentina é um país onde a Peugeot sempre teve um nível muito bom de participação. No Brasil não é bem assim", disse. "A marca funciona muito bem na Argentina, no Chile e em toda a região andina. No México e Uruguai também funciona. Eu quero que o Brasil se junte a esses países também. É uma tarefa difícil, mas hoje temos uma equipe muito forte. Trabalharemos muito em veículos comerciais, que é um ativo muito forte no Brasil", completou.

Peugeot 207 brasileiro foi um erro que custou caro, diz CEO da marca Peugeo91  Peugeot 207 brasileiro foi um erro que custou caro, diz CEO da marca Peugeo92


Nesse sentido, o executivo confirmou para breve o lançamento de uma inédita picape média e adiantou que a nova geração do 208 será, de fato, produzida na Argentina, como já vinha sendo especulado. O local de produção da caminhonete, porém, não foi revelado, mas tudo indica que será o Uruguai.

Fonte: Autoblog Argentina
Compartilhar este artigo em:diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Comentários

Nenhum comentário.

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum