× AUDIBMWCITROENCHEVROLETFORDFIATHONDAHYUNDAIMERCEDES BENZMITSUBISHINISSANPEUGEOTRENAULTTOYOTAVOLVOVOLKSWAGEN

Produção de veículos cresce 0,5% em abril, diz Anfavea

Quinta Marcha
Admin
Mensagens : 325
Data de inscrição : 08/03/2019
Ver perfil do usuáriohttp://www.quintamarchas.com
07052019
Produção de veículos cresce 0,5% em abril, diz Anfavea

Produção de veículos cresce 0,5% em abril, diz Anfavea Venda-10

Indústria fabricou 267,5 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus. Exportações caíram pela metade no mês e somaram 34,9 mil unidades.

A produção brasileira de veículos ficou praticamente estável em abril e subiu 0,5% na comparação com igual mês de 2018, divulgou nesta terça-feira (7) a associação das montadoras, a Anfavea.

A indústria fabricou 267.546 carros, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus. Há 1 ano, foram produzidos 266.140 veículos.

No acumulado do ano, foram produzidos 965.393 veículos, contra 965.894 nos quatro primeiros meses de 2018, queda de 0,1%.

As vendas de veículos novos subiram 6,7% em abril, para 231.952 unidades, segundo a Fenabrave, a associação das concessionárias. Em abril de 2018, foram 231.952.

Caminhões

A produção de caminhões subiu em abril para 9.412 unidades, contra 9.095 um ano antes, aumento de 3,5%. No acumulado do ano, houve alta de 1,9%, de 33.529 para 34.173 unidades.

O segmento vem se recuperando gradualmente após despencar na crise. A própria Anfavea aponta que o números representam uma recuperação, uma vez que a base anterior era baixa.

Exportação em queda

As exportações de veículos caíram pela metade (-52,3%) em abril. O Brasil vendeu ao mercado externo 34.905 unidades no mês, contra 73.152 em abril de 2018.

No acumulado deste ano, as exportações somaram 139.467 veículos, queda de 45% frente aos 253.359 embarcados nos quatro primeiros meses do ano passado.

A redução das vendas para o exterior é reflexo da crise na Argentina, um dos principais parceiros comerciais do Brasil no setor, segundo a Anfavea. "As montadoras estão tentando buscar outros mercados para compensar a perda nas exportações para a Argentina", disse o presidente da associação, Luiz Carlos Moraes.

Segundo ele, a expectativa é de produzir 500 mil veículos para exportação nente ano.
Compartilhar este artigo em:diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Comentários

Nenhum comentário.

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum